sábado, 2 de junho de 2012

Minhas leituras

Faz tempo que não ando por aqui. Correria, correria, correria. Mas não ando parada nas leituras. Na verdade,  tenho alguns livrinhos para comentar por aqui. Como deixei acumular, não vou falar muito sobre cada um. Apenas dizer o que gostei e o que não gostei.

Seguem:

1) CATCH ME, de Lisa Gardner:


Gostei. Livro legal. Demorei a esquentar. Observe que usei o verbo na primeira pessoa, porque foi realmente eu quem demorei a engatar na história. Estresse, correria, sono... tudo me fazia largar o livro muito rápido. Não conseguia mergulhar fundo.

Mas talvez - e talvez mesmo! - o livro possa ter um início meio lento. A certa altura, no entanto, ele pega no tranco e ... UFA!, adquire uma velocidade...!

A personagem principal, Charlene, acredita que será assassinada em poucos dias, mais precisamente em 21 de janeiro. Contrata a detetive D.D. Warren para investigar o seu caso. O que faz ela acreditar em seu iminente assassinato é o fato de que suas duas melhores amigas também foram assassinadas no dia 21 de janeiro dos dois anos anteriores. O porquê? Ela não consegue entender.

A história segue entremeada de mistérios, com Charlene ora parecendo a vítima, ora dando pinta de principal suspeita. E confesso que fiquei tão envolvida que, a certa altura, passava batido em descrições longas de paisagens, a fim de chegar rápido ao fim. Meio que engoli algumas páginas, mas sem prejuízo do entendimento.

2) ODD THOMAS, de Dean Koontz:

Surpresa! Primeiro livro de Dean Koontz que não gostei. Lento, meio chatinho. O livro só esquenta no final, mas, até lá, é bem cansativinho. Mas reconheço que o personagem Odd Thomas é encantador e intrigante. Vê mortos, embora não consiga falar com eles. Mas sempre entende que essas aparições tem um motivo importante por trás. E a missão dele é resolver o mistério por trás dessas visões. 

Não chega a ser um livro muuuuito chato, mas é coisa demais escrita para uma história tão pobrinha. Se tivesse 50 páginas, talvez a balança entre tempo de leitura e conteúdo ficasse mais equilibrada.

3) THE LION, THE LAMB, THE HUNTED, de Andrew E. Kaufman:

Thriller psicológico muito bom. Amei esse livro. Eletrizante.

Após enterro de sua abusiva e psicótica mãe, com quem não tinha contato há muitos tempo, Patrick Banister depara, entre os pertences da falecida, com evidências de que aquela que o maltratou durante anos pode estar envolvida em um assassinato de uma criança ocorrido há mais de trinta anos. E seu tio pode ser cúmplice nessa história. 

4) INTERIOR CASTLE, de Santa Teresa de Ávila:

Iniciei semana passada a leitura desse livro. Reiniciei novamente esta semana. Não é leitura fácil, muito pelo contrário. Livro extremamente profundo, escrito por Santa Teresa, irmã Carmelita, que nasceu em 28 de março de 1515 (mesmo dia do meu aniversário) em Ávila, Espanha.

Depois venho aqui falar o que achei dele.