segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Escolhendo o filme adequado

Minha prima Andréa convidou minhas pequenas para ir assistir ao filme AMANHECER, da saga CREPÚSCULO. Iriam ela e as minhas duas filhas, uma vez que a Maria Fernanda, filha dessa minha prima, está viajando com o pai.

Como eu e Iran havíamos prometido ir com elas, Fernanda preferiu esperar para ir conosco, mas Duda resolveu ir antes com minha prima.

Ao chegar do filme, Duda comentou que havia cenas com muito sangue e quase que ela passou mal no cinema. "Mamãe, teve uma hora que eu pensei que fosse desmaiar, porque era sangue demais".

Preocupada com Fernanda, que é mais sensível em relação a visão de sangue, conversei com ela ontem à noite e disse:

- Filhinha, tem certeza que você vai querer mesmo ver o filme AMANHECER, mesmo sabendo que tem todo aquele sangue que Duda falou? Se preferir, em vez dele podemos assistir ao GATO DE BOTAS.

Ela ficou um pouco calada e, em seguida, falou sem qualquer tom de hesitação na voz:

- É, mamãe, podemos ir ver o GATO DE BOTAS mesmo.

Achei tão engraçado. No fundo, no fundo, minha pirulitinha ainda é um bebê.

...................

E por falar em bebê, olha só que foto linda meu marido achou hoje, na gaveta da mesa de trabalho:


Marcella (sobrinha), Nanda e Duda. Lindas de morrer!